Pode-se ficar podre de rico, investindo em criptomoedas. Mas também, se pode perder todo o dinheiro possuído. Como podem estas duas contrariedades ser verdadeiras? Bem, tal como na maioria dos restantes tipos de investimento, os ativos criptográficos acarretam um certo risco, mas também e potencialmente, enormes vantagens. No entanto, não vale a pena começar logo por investimentos na bolsa, quando ainda se é um principiante – existem outros procedimentos melhores que vos irei ensinar.

Investimentos em criptomoedas… verdade ou invenção

Para começar, analisemos alguns interessantes aspetos do mercado das criptomoedas e debrucemo-nos sobre a questão se vale a pena investir nelas.

Comprando uma moeda virtual, podemos incorrer em riscos que não estão tão frequentemente associados aos mercados financeiros tradicionais. O que é o pior que pode acontecer? Os hackers da dark net. É improvável que os encontremos ao adquirirmos ações ou obrigações. As bolsas de valores virtuais oferecem uma segurança suscetível de ser quebrada e são vulneráveis a atividade criminosa. Estas violações de segurança levaram a prejuízos significativos no passado e quem perdeu as suas moedas digitais por furto, nunca mais as recuperou. Imagine ter o equivalente a vários milhões de dólares na conta de uma bolsa de valores e, de repente, o mercado de ações desaparecer. E não há nada que possa fazer para o impedir.

Os burlões são uma realidade comum deste ramo. O mais frequente é que defraudadores que prometem lucros miraculosos, não consigam cumprir com a sua palavra, pois vendem gato por lebre em vez dos projetos legítimos de blockchain. Os investidores entram nestes esquemas de compra enganosos, podendo arcar com enormes prejuízos devido à sua ingenuidade.

Além disso, o armazenamento de criptomoedas não é tão fácil como guardar ações ou obrigações. Embora as bolsas de valores facilitem a compra e a venda de moedas, muitas pessoas não gostam de armazenar os seus recursos digitais nestas, devido ao risco já mencionado dos ataques de hackers.

Ainda assim, as criptomoedas podem ser o paraíso dos investidores. Porquê? Apesar das notícias sobre flutuações bombásticas de mercado, a realidade é que as flutuações dos mercados comuns normalmente rondam os 1 a 2% ao dia. Estas flutuações raramente afetam a carteira do investidor mediano: a maioria dos investidores particulares pensam em termos de perspetivas a longo prazo. Se vocês tiverem ações, mantêm-nas ao longo de meses ou até anos. Podem mesmo manter os vossos títulos de dívida até se reformarem.

Os movimentos no mercado das moedas virtuais fazem lembrar o mercado comum, mas dopado. Olhemos para as estatísticas:

  • A 25 de junho de 2019, a Ethereum estava cotada com 335,10 USD. A 16 de julho, esta moeda valia 205,86$. ou seja, uma queda de 40% em 21 dias.
  • A 7 de fevereiro de 2019, o preço da Bitcoin era 3451,55 USD. A 9 de julho, custava 12 647,99$, ou seja, 3,6 vezes mais alta em cerca de 150 dias.

Investir em criptomoedas requer um sistema convicções diferente. É Conway quem melhor o descreve: “A criptomoeda não é um investimento, é um sistema de crenças.” É este princípio que vos permitirá desenvolver um novo nível de tolerância para níveis “muito baixos” e potencialmente “muito altos” de lucros e prejuízos.

Lembrem-se de que nas criptomoedas, há dias em que os maiores investidores podem lucrar 1 milhão dólares USD e há dias em que podem perder 500.000 dólares USD. Isso é provavelmente o que atrai tantas pessoas para o mundo cripto!

A minha primeira Bitcoin… como a obter

Tal como no caso de qualquer investimento, o armazenamento da Bitcoin pode parecer complicado. Uma carteira com Bitcoin não é um elemento físico – é um programa para o armazenamento e comercialização de bitcoins. Por outras palavras, é real tal como uma conta bancária, mas não permite o levantamento de dinheiro em outra forma que não seja digital e não dá garantias em caso de evasão de fundos.

Os quatro tipos de carteiras Bitcoin incluem os computadores de secretária, dispositivos móveis, páginas de Internet e equipamento físico.

Bem, digamos que o problema da carteira está resolvido. Onde comprar as moedas virtuais? Não as irão encontrar em bancos ou na maioria dos sítios relacionados com os ativos comuns. As cripto têm os seus sítios peculiares para comercialização.

Houve tempos em que as bolsas de valores virtuais eram bastante populares. Mas lembramos o que disse atrás sobre a segurança das mesmas? São, pois, os alvos mais frequentes de ataques de hackers e esquemas fraudulentos. E não estamos a falar de importanciazinhas! Os prejuízos de um dos mais graves desfalques na bolsa de que há registo, foram avaliados em milhares de milhões de dólares americanos… no entanto, só entusiastas do mundo dos investimentos é que ouviram falar dele.

Às vezes, na rede ou em grandes cidades, podem ser encontradas casas de câmbio com o dístico da Bitcoin. São pontos físicos para o câmbio de moedas virtuais, frequentemente acoplados a casas de câmbio comuns, já que estabelecimentos comerciais vocacionados apenas paras as criptomoedas não são suficientemente lucrativos. As lojas de câmbio on-line são uma alternativa muito mais cómoda, pois toda a transação é efetuada através da Internet, sem necessidade de sair de casa. As lojas de câmbio são menos atacadas por hackers do que as bolsas de valores, mas… na vossa opinião, haverá ainda maneiras mais fáceis de obter moedas virtuais?

Algo mais fácil?… opte por um pacote

Primeiro vou confrontar-vos com uma citação, depois passarei ao âmago da questão:

“A paz financeira não é um dado adquirido. É aprender a viver com menos para destinar dinheiro a investimentos. Não vencerá enquanto não o fizer.”   

O que isso significa? Que investir é uma ciência e deve ser aprendida através dos investimentos. E já agora, que se deve gastar menos dinheiro, mas isso é um aparte.

E se combinássemos a aprendizagem com os investimentos? Ao que parece… é possível. Aliás, os fundos necessários ao primeiro investimento são obtidos juntamente com um pacote educativo. Sim, estão a ler bem – um pacote educativo, onde além de conhecimentos, é distribuído dinheiro. É quase uma bolsa de estudo.

Estes pacotes contêm um conjunto de formações didáticas e outros materiais relacionados com os investimentos em criptomoedas. Embora existam imensos pacotes educativos no mercado, os pacotes de que falamos, incluem uma criptomoeda (pacotes com criptomoeda) e destinam-se sobretudo a principiantes que querem entrar no negócio, mas não estão seguros de investir nas cripto. Deste modo, recebem a sua primeira moeda gratuitamente, no âmbito do pacote. Devo admitir que eu mordi o isco e fui logo averiguar na Internet se não se tratava de fraude (vocês façam sempre assim).

Pus-me a investigar o assunto na Internet e encontrei o… pacote ripple

Investiguei e dei com algo chamado de Pacote Ripple. Confesso que me cativou devido às moedas e não tanto aos materiais didáticos. A Ripple é uma criptomoeda muito promissora e foi de muito boa vontade que a acolhi sem pagar nada.

O Pacote Ripple é o típico pacote com criptomoeda associada. Quando o encomendei, recebi logo todos os materiais em pouco tempo. À primeira vista de percebi logo serem de elevada qualidade e descreverem, de modo cativante, os vários aspetos dos investimentos em cripto. Tal como disse, destina-se a principiantes, logo devia ter informação acessível e assim foi.

No entanto, espantou-me que depois de submeter o meu pedido, o Pacote Ripple chegasse até mim por duas vias – eletrónica e… por correio tradicional. Portanto, tive que dar a minha morada, mas não são exigidos mais dados. Ah, é verdade, não esperem grandes envelopes ou encomendas – a maioria dos materiais necessários às formações são facultados através do e-mail fornecido aquando da submissão do pedido de encomenda. Sem dúvida que uma vantagem disto é poder-se beneficiar livre e ilimitadamente dos materiais para investidores principiantes, oferecidos pelo pacote com criptomoeda.

O que eu acho… o pacote ripple e a minha opinião

Para a maioria de vocês o mais importante é saber mais sobre a tal criptomoeda gratuita. Felizmente e logo após ter recebido o envelope das mãos do carteiro, recebi o acesso à minha Ripple. No envelope vinha o cartão Ripple (pedaço de papel com um código) e instruções de como fazer login na carteira.

Os tokens da Ripple são guardados numa conta externa com o intuito de os proteger enquanto o titular se familiariza com as bases do investimento. Como não precisava dessa parte, resgatei imediatamente os fundos para a minha carteira virtual pessoal. Não tive nenhum problema nem com o contacto nem como o resgate da totalidade dos fundos que apareceram quase de imediato na minha conta.

A minha opinião sobre o Pacote Ripple é surpreendentemente positiva. A ideia de uma conta administrada por um mediador pode parecer estranha, mas, por outro lado, protege de ataques de hackers cujo prejuízo (caso essa fatalidade ocorra) será coberto pelo mediador. Portanto, é uma ótima diversão para quem está a começar e dispõe de tempo e energia.


0 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *